segunda-feira, 9 de março de 2009

Do momento e do futuro...Um enigma perfeito

Rosas vermelhas e brancas... Foi isso que me fez lembrar você quando na universidade hoje uma rosa branca e uma vermelha ganhei. Pensei: "Podia ele ter me dado essa rosa!". Não pensei com malícia ou segundas intenções. Pensei apenas pelo gesto. Achei que combinava tanto contigo...

Me senti tola um instante por pensar assim, tola, mas porque tola? Por querer bem uma pessoa que parece ser boa e carinhosa? Não vejo problema nisso. Um bouquet de rosas, tem presente mais bonito? Mais sinples e singelo e ao mesmo tempo carregado de carinho e ternura?

Me peguei sorrindo, como não fazia ha muito tempo, a ponto de meu amigo me virar e falar: "Me dá um abraço, me parece tão feliz! Dá umpouco de alegria a mim!" e outro comentar "não te viasorrir assim atempos, está tão leve, alegre.". Sim, estou alegre por ter te conhecido, por dividir contigo dilemas e preocupações minhas por saber que não sou apenas mais um romantico incurável, por tu queresdes ser meu amigo,por confiar em mim e me contar tua história, de foorma fragmentada que me dá margem a completa-la...Por simplesmente passarmos horas conversando enquanto minha mente divaga pensando o que está fazendo, o que veste, como és, sua altura,tua mão, tua voz...

Tua voz...Será que é tão doce como as palavras que tu pronuncias? Será que deleita aos ouvidos com tons suaves e ao mesmo tempo firmes... Dúvidas...Me vejo presa entre duvidas que me levam a um unica certeza. te conhecer foi um presente dado a mim por alguém...

E essa forma de falar...Parece que me pertence já, não imaginava que fosse capaz de escrever e falar tão bem...A verdade que aprendi contigo a escrever melhor acho, a me portar diante das palavras e assim respeita-las individualmente e não em um coletivo que as vezes perde o sentido...

Sentido...sentir..sorrir... queria poder te ver sorrir... tem tantas coisas que queria nesse instante, coisas talvez sem lógica e nexo mas mesmo assim eu as queria...

Não posso dizer o que se passa, o que passará, o que é ou não é... Sei que essa semana será longa...Presa em um fio que não sei se sou capaz de controlar... Me fizeste refem de tuas palvras, uma refém por gosto, vontade própria, uma refém feliz.

sem querer me trouxe de volta a vida e te agradeço imensamente por isso... Poderia divagar por horas e mesmo assim nem mesmo um terço de suas qualidadees seriam listadas...

Obrigada, nãs sabes nem um terço de todo o bem que me faz apenas por estar ai, na frente dessa tela me dando atenção...

Não é necessário dedicar esse post, sabes que é para ti...

2 comentários:

  1. Minhas palavras de agora são desprovidas de alguma doçura, pq todo o doce que poderia existir nelas, tu deixaste por essas tuas linhas. Essas tuas linhas que fizeram colorir um sorriso em meu rosto, pois sinto que te encontro entre cada linha tua. E nesse colóquio, tão teu, tão meu, sigo percorrendo os olhos, desejando mais uma palavra que não me permita te perder.

    ResponderExcluir
  2. é lindo e a minha rosa foi branca

    ResponderExcluir

Sentiu que deveria opinar?Faça-o!! Liberdade de expressão sempre!!